Os pronomes pessoais são aqueles que representam as pessoas do discurso (primeira, segunda ou terceira), ou seja, substituem ou acompanham o substantivo. Também são pronomes pessoais as formas que servem de complementos, como exemplo: me, mim, comigo, nos, conosco.

  • 1ª pessoa…………a que fala
  • 2ª pessoa…………com quem se fala
  • 3ª pessoa…………de quem se fala

 

NúmeroPessoaPronomes retosPronomes oblíquos
SingularprimeiraEuMe, mim, comigo
segundaTuTe, ti, contigo
terceiraEle/elaSe, si, consigo, o, a, lhe
PluralprimeiraNósNos, conosco
segundaVósVos, convosco
terceiraEles/elasSe, si, consigo, os, as, lhes

 

Exemplo:  Eu preciso te confessar algo: estou apaixonado por ela.

  • Eu – indica quem fala
  • Te – indica com quem fala
  • Ela – indica de quem se fala

No exemplo acima temos dois tipos de pronomes pessoais: os do caso reto (eu e ela) e os do caso oblíquo (te).

Pronomes pessoais do caso reto

Desempenham a função sintática de sujeito da oração. Ex: Nós saímos do restaurante (nós = sujeito).

Pronomes pessoais do caso oblíquo

Desempenham a função sintática de complemento verbal (objeto direto ou indireto), complemento nominal, agente da passiva, adjunto adverbial, adjunto adnominal ou sujeito acusativo (sujeito de oração reduzida). Ex: Desculpe-me (me = objeto).

Os pronomes pessoais do caso oblíquo se subdividem em dois tipos: os átonos, que não são antecedidos por preposição, e os tônicos, precedidos por preposição.

Pronomes oblíquos átonos

Nunca precedidos de preposição, são eles: me, te, se, o, a, lhe, nos, vos, os, as, lhes.

Pronomes oblíquos tônicos

Sempre precedidos de preposição, são eles: mim, comigo, ti, contigo, ele, ela, si, consigo, nós, conosco, vós, convosco, eles, elas.

Uso dos pronomes mais comuns

Eu, tu / Mim, ti

Eu e tu exercem função de sujeito. Mim e ti exercem função de complemento verbal ou nominal, agente da passiva ou adjunto adverbial e sempre são precedidos de preposição.

Exemplos:

  • Trouxeram aquela carta para mim.
  • Era para eu conversar com o chefe, mas não houve condições.

Se, si, consigo

São reflexivos ou recíprocos, portanto só devem ser usados na voz reflexiva ou na voz reflexiva recíproca.

Exemplos:

  • Quem não se cuida, acaba adoecendo.
  • Quem só pensa em si, acaba sozinho.
  • Ronaldo trouxe consigo os três irmãos.

Com nós, com vós / Conosco, convosco

Usamos quando surgir qualquer palavra, à frente, que indique quem “somos nós” ou quem “sois vós”.

Exemplos:

  • Ele conversou com nós todos a respeito de suas pendências.
  • Ele disse que sairia com nós dois.
  • Queriam falar conosco.

O, A, Os, As

Quando precedidos de verbos que terminam em -r, -s, -z, assumem a foram lo, la, los, las, e os verbos perdem as respectivas terminações.

Exemplo:

  • Vou pô-lo a par do ocorrido. (pôr + o)

* Na classe dos pronomes pessoais incluímos também os pronomes de tratamento.